#Pega e assiste: Sex Education




No dia 11 de Janeiro foi ao ar no Netflix a série Sex education, estrelada por Gillian Anderson e Asa Butterfield. A série tem todos os elementos para os fãs de Skins e Skam saciarem a sua saudade. 

A trama mistura doses de humor em torno de assuntos importantes. Otis é um adolescente inexperiente e com suas neuras a respeito de sexo. Isso seria mais fácil de lidar se sua mãe não fosse psicóloga sexual e seu excesso de liberdade não fizessem com que o filho se calasse. A mãe de Otis (Gillian Anderson) projeta problemas no filho que, em uma de suas investidas em não ser só um garoto do canto, abre com a descolada Maeve uma clinica do sexo. Isso mesmo. Uma clinica onde o garoto assume o papel de psicologo do sexo e ajuda dezenas de estudantes com seus problemas sexuais. 

Veja o trailer:



Apesar do trailer mentir sobre a premissa da série, ele nos apresenta o ambiente descontraído e os importantes personagens. Sex education não soa cafona para os jovens e nem imatura para os adultos. A série equilibra seus elementos muito bem ao longo dos seus 8 episódios. (E que pena que são apenas oito).

Assim como as recentes 13 Reason Why, Atypical e as já citadas Skins e Skam, Sex education aborda importantes assuntos. Tudo com uma pitada de humor inteligente e consciente. A série presta um importante serviço. 

Personagens como Eric, que é gay de família religiosa e começa a se descobrir Drag queen ou a inteligente Maeve, que se perdeu em suas descobertas fazem com que Otis cresça, que a trama se desenvolva e abra arcos para mais figuras surgirem. A série apresenta esses personagens com maestria, não fica com cara de “Episodio 1 – problema 1”. A continuidade se faz essencial. Ainda que em alguns momentos a duração dos episódios torne cenas monótonas. Não é de hoje que descobrimos que as series da Netflix mais parecem filmes cortados do que o modelo de serie que vemos em outros canais. 



Sex education conquistou muitos com sua narrativa forte e concisa. Com certeza devemos implorar por uma segunda temporada e esperar que a série se mantenha forte em seu segundo ano.

0 comentários:

Postar um comentário