D A N C E


Um. Dois. Três. Dance.
Sinta o ritmo, continue, não pare.

Parece errado pensar em mudanças, o fato de que eu posso ser quinhentas pessoas diferentes. E continuar sendo eu mesmo. Não é errado.
Me adaptar não é só uma fase, às vezes me sinto inteligente por isso. Ser feliz em diferentes estágios exigiria muito de outro alguém, mas para mim, tá tudo bem.

Eu não preciso da sua compaixão, eu não preciso do seu sorriso se ele não for verdadeiro. No final, temos um destino, e eles não se encontram. Pode ir, vai lá, seja feliz.

Eu vou ser.


Photo by Andrei Lazarev on Unsplash

0 comentários:

Postar um comentário